Mais

Israel: centenas de pessoas evacuadas enquanto incêndios engolem casas durante uma onda de calor escaldante

Várias pessoas trataram de inalação de fumaça enquanto os incêndios atingem o país

Centenas de israelenses foram evacuados de suas casas na quarta-feira, quando incêndios provocados por uma onda de calor escaldante se espalharam pelo país.

Os incêndios foram registrados de norte a sul, com os Serviços de Incêndio e Resgate de Israel declarando uma situação de emergência e chamando todos os bombeiros para o serviço.

Pelo menos cinco casas foram atingidas pelas chamas na cidade de Or Yehuda, a leste de Tel Aviv, pouco depois de a área ter sido evacuada. Um homem de 64 anos foi tratado por inalação de fumaça.

Pelo menos outras quatro pessoas foram tratadas por inalação de fumaça em outras partes do país, incluindo dois homens de 60 e 35 anos perto da cidade árabe de I’billin, na região da Galileia Inferior, e duas mulheres de 70 e 41 anos perto da cidade árabe de Barta’a. na área de Wadi Ara.

A polícia ordenou a evacuação de todos os moradores das comunidades de Aderet e Neve Michael, perto de Jerusalém, enquanto os aviões de combate a incêndio tentavam conter um incêndio invadindo as casas da região. 

O ministro de Segurança Pública de Israel, Gilad Erdan, estava “acompanhando de perto e recebendo atualizações sobre a atividade dos bombeiros em todo o país”, disse seu gabinete em um comunicado.

Uma calorosa onda de calor tomou conta do país na quarta-feira, com temperaturas chegando a 38 ° Celsius (100 ° Fahrenheit), um pico da média sazonal.

O Ministério da Saúde de Israel aconselhou o público a “evitar a exposição ao calor e ao sol o máximo possível, evitar o esforço físico não-essencial, tomar cuidado para beber água e estar o mais possível em áreas com ar-condicionado”.

Acrescentou que os idosos, mulheres grávidas e pessoas com doenças crônicas devem tomar precauções extras.

One Reply to “Israel: centenas de pessoas evacuadas enquanto incêndios engolem casas durante uma onda de calor escaldante

  1. Não é fácil lidar com situações assim.Eu sou brigadista voluntário,fiz um curso rápido e prestei juramento.Por duas vezes combati incêndio em matas.Não é fácil.O número de combatentes é sempre insuficiente e há fogo e faíscas e focos de incêndio para todos os lados.A gente chega a se perder para qual lado vai combater.
    Até nas leis religiosas há ordens divinas para não se destruir o arvoredo como também não matar pássaros à toa.”Se de caminho encontrares ninho de ave,nalguma árvore…deixarás ir livremente a mãe,e os filhotes tomarás para si[caso os queira];para que te vá bem e prolongues os teus dias”(Dt 22.6,7).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *