Conflitos Israel

Mídia síria diz que Israel realizou ataques aéreos no sul do país

Defesas aéreas disseram ter interceptado mísseis perto de Al Harah, na área que supostamente abriga várias milícias apoiadas pelo Irã.

A mídia estatal síria na noite de terça-feira informou que Israel realizou ataques aéreos no sul do país, perto da fronteira com Israel.

A mídia local informou que as defesas aéreas diminuem vários mísseis em torno da meia-noite.

A agência de notícias estatal SANA e a TV estatal acrescentaram que a “agressão israelense” atingiu a colina al-Harra, que abriga os postos do exército sírio, acrescentando que só causou danos materiais e não causou nenhuma morte.

De acordo com a Reuters, fontes da inteligência ocidental disseram que a área abriga várias milícias apoiadas pelo Irã.

O Exército israelense reconheceu a realização de centenas de ataques aéreos na Síria nos últimos anos, em alvos ligados ao Irã, que está apoiando o regime do presidente Bashar Assad na guerra civil síria.

As últimas greves relatadas ocorreram no início deste mês, quando vários alvos ligados ao Irã foram atingidos perto de Homs e Damasco, supostamente matando 15 pessoas, incluindo seis civis.

A Síria acusou Israel de cometer “terrorismo de estado”.

Israel não comentou o ataque – uma das mais extensas séries de greves em vários meses.

O Ministério das Relações Exteriores da Síria apresentou uma queixa ao Conselho de Segurança das Nações Unidas sobre o ataque, exigindo responsabilização, de acordo com a agência oficial de notícias SANA.

Uma empresa privada de inteligência israelense identificou um dos locais visados ​​no suposto ataque aéreo israelense como um hangar, provavelmente armazenando armas avançadas ou outros equipamentos militares.

Foto de satélite de um dos sites atingidos em um suposto ataque aéreo israelense em sites iranianos na Síria em 1 de julho de 2019. (ImageSat International)

A ImageSat International, uma empresa de análise de imagens de satélite, divulgou uma fotografia de um dos alvos, um hangar localizado no Centro de Estudos e Pesquisas Científicas da Síria (SSRC) em Jamraya, nos arredores de Damasco.

O grupo terrorista Hezbollah e a Guarda Revolucionária Islâmica do Irã mantêm uma presença nas instalações de Jamraya.

Os EUA impuseram repetidamente sanções ao SSRC por seu suposto papel na produção de armas químicas. A França também impôs sanções à agência.

Ataques aéreos israelenses teriam atingido a instalação em maio de 2013 e novamente em fevereiro de 2018.

One Reply to “Mídia síria diz que Israel realizou ataques aéreos no sul do país

  1. O Irã parece estar investindo massivamente na Síria.Em vista disso,parece-nos que Israel está atacando pouco.
    A Síria permite que o Irã,que vem fazendo repetidas campanhas para exterminar Israel além de jurar que até 2021 não haverá mais uma nação chamada Israel,se instale com armas pesadas em seu país.Israel não só tem o direito de atacar como também o dever de fazê-lo já que sua existência está em risco.
    Se a ONU nada fez até agora,seria total incoerência ouvir as reclamações da Síria.
    A Bíblia fala de algo curioso.Ela lista várias nações que jazerão no inferno.O trecho é conhecido como o rol das nações ímpias no ‘Sheol-Hades’,ou inferno,como muitos apregoam.”Ali está Assur ou Asíria[=Síria e talvez outro povo] com todo o seu ajuntamento;ao redor deles estão os seus sepulcros…Alí está Elão[=Pérsia e outros povos da região] com toda a sua multidão em redor do seu sepulcro,e o seu ajuntamento está em redor do seu sepulcro…os quais semearam o terror na terra dos viventes”(Ez 32.22a,24).Se esta passagem se interpreta literalmente,os corpos dos sírios e iranianos jazerão na sepultura mas suas almas sofrerão no ‘sheol’ que eu entendo ser o estado intermediário antes do julgamento final no juízo do grande trono branco,o juízo final,de que fala o livro do Apocalipse.Parece-nos que pessoas e nações não vivem sossegados neste mundo se não praticarem o mal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *