IDF

4 soldados suspensos por não tentarem impedir o terrorismo de Gazan

Quatro soldados foram suspensos de suas posições depois que uma investigação descobriu que eles não tentaram impedir que um terrorista palestino armado que entrava na Faixa de Gaza a Israel e atirou em três soldados, ferindo-os, no início deste mês.

Durante o ataque transfronteiriço de 1º de agosto, três soldados da Brigada Golani da FDI que foram chamados à cena “não entraram na zona de combate”, diz o Exército.

“Após uma investigação, o comandante da Brigada Golani, o coronel Shai Klapper, decidiu suspender o líder do esquadrão e dois soldados do combate e do comando por não agir como esperado durante um evento operacional”, disse a IDF.

Além disso, um motorista da Brigada do Sul de Gaza foi suspenso de sua posição, segundo os militares.

O atirador palestino atirou e feriu um oficial e dois soldados antes de ser baleado e morto por soldados israelenses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *