Conflitos

Supostos drones israelenses abatidos em Beirute foram para coleta de informações

Uma imagem mostra a trajetória do drone sobre o Mar Mediterrâneo, pelo menos a 5 km do centro de mídia do Hezbollah.

Novas imagens obtidas pela  i24NEWS de fontes de inteligência sugerem que os drones supostamente enviados por Israel para atacar o Hezbollah estavam em uma missão de coleta de informações quando foram derrubados em Beirute. 

O grupo xiita libanês afirmou na segunda-feira que os dois drones israelenses estavam carregando um dispositivo explosivo de 11 libras destinado a fins de ataque . 

Mas o explosivo do drone foi instalado para a autodestruição, a fim de evitar que outros obtenham informações em caso de sua captura, informouMatthias Inbar, correspondente de defesa da iNEWS , na terça-feira.

Matthias Inbar / i24NEWS
Esta imagem divulgada em 27 de agosto de 2019 pretende mostrar onde um drone caiu no bairro de Dahieh, no sul de Beirute, no Líbano.

As fotografias revelam que os drones não eram fabricados por Israel, mas por um país estrangeiro e redesenhados para fins militares.  

O grupo xiita apoiado pelo Irã havia dito originalmente que um avião de reconhecimento israelense sobrevoou o sul de Beirute antes de cair  e que um segundo drone armado “atingiu uma área específica” pouco antes do amanhecer de domingo.

Mas, durante a noite de terça-feira, o Hezbollah disse: “Confirmamos que o propósito deste primeiro drone não foi de reconhecimento, mas sim de realizar um ataque a bomba”.

Na segunda-feira, o presidente libanês, Michel Aoun, realizou uma reunião com o Coordenador Especial da ONU para o Líbano, Jan Kubis, depois que o primeiro chamou a suposta agressão israelense de “declaração de guerra”.  

Na tarde de terça-feira, surgiu um relatório informando que o drone sobre Beirute estava mirando em uma fábrica de mísseis de precisão.  

One Reply to “Supostos drones israelenses abatidos em Beirute foram para coleta de informações

  1. Parece haver muito mistério e contra-informação nesse episódio.Particularmente,não acredito que esses drones sejam de Israel.E muito menos que visassem explodir uma fábrica de mísseis e esse tal aparelho caríssimo de misturador para fabricação de combustível sólido para mísseis de precisão.Israel tem aviões poderosos,inclusive os F-35,para tal missão.Israel não usaria drone de baixa velocidade,de tecnologia arcaica e com baixo poder de destruição.Há muito blefe nas reportagens visando enganar.
    No momento,os islâmicos estão querendo a guerra por acharem que os israelenses estão fracos e o ‘Deus dos hebreus’ já não é mais o mesmo.Está na hora de Israel entrar fundo na guerra e confiar na providência divina orando como o salmista:”Por que diriam as nações:Onde está o seu Deus?Seja,à nossa vista,manifesta entre as nações a vingança do sangue que dos teus servos é derramada”(Sl 79.10).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *