Brasil Mundo

Manifestantes cercam embaixadas brasileiras em todo o mundo por incêndios na Amazônia

Ativistas condenam o fracasso do presidente Jair Bolsonaro em defender a floresta enquanto seus partidários condenam “a esquerda global”

Manifestantes se juntam a uma manifestação organizada por ativistas da mudança climática da Extinction Rebellion, em frente à embaixada brasileira no centro de Londres, em 23 de agosto.
 Manifestantes se juntam a uma manifestação organizada por ativistas da mudança climática da Extinction Rebellion, em frente à embaixada brasileira no centro de Londres, em 23 de agosto. Foto: Isabel Infantes / AFP / Getty Images

Manifestantes sitiaram as embaixadas brasileiras em todo o mundo à medida que a indignação internacional pelo fracasso de Jair Bolsonaro em proteger a Amazônia se intensificou e os partidários criticaram os críticos do presidente brasileiro como conspiradores esquerdistas.

Centenas de manifestantes se reuniram em frente à embaixada do Brasil no centro de Londres na sexta-feira, com cartazes dizendo: “O planeta merece melhor” e “Nossa casa está em chamas”.

“Bolsonaro quer destruir a floresta… e nós não queremos isso”, disse um líder indígena do Brasil à multidão.

Houve também manifestações fora das embaixadas do Brasil na Cidade do México e Paris, onde os manifestantes carregavam faixas dizendo: “ Fora Bolsonaro! Ou “Bolsonaro, fora!”

Manifestantes também cercaram o consulado brasileiro em Genebra,enquanto outras marchas eram planejadas em cidades como Adelaide, Lisboa, Estocolmo, Boston e Flórida.

Incêndios na Amazônia: o que está acontecendo e há algo que possamos fazer?

 Consulte Mais informação

O presidente de extrema direita do Brasil rejeitou o clamor internacional sobre os incêndios na Amazônia e sua postura sobre o meio ambiente.

Na quinta-feira, Bolsonaro pintou a enxurrada de críticas como parte de uma conspiração estrangeira que poderia eventualmente ser usada para justificar uma “intervenção” estrangeira na Amazônia.

“Isso acontece em todo o mundo, não é só no Brasil”, disse ele sobre os incêndios que dizimaram a maior floresta tropical do mundo.

O filho político de Bolsonaro, Eduardo, afirmou que as críticas ao pai faziam parte de uma intriga internacional destinada a prejudicar seu governo.

“A esquerda GLOBAL se uniu em um ataque claro contra o presidente Jair Bolsonaro”, ele twittou .

Rômulo Batista, defensor do Greenpeace na Amazônia, disse que tais alegações – e a insinuação infundada de Bolsonaro de que as ONGs estavam por trás dos incêndios – eram apenas uma tentativa de se desviar da responsabilidade de Bolsonaro pela calamidade ambiental. “Ele está tentando se esconder atrás de uma cortina de fumaça”, disse Batista.

No Brasil, os manifestantes se preparavam para se mobilizar para um fim de semana de protestos em cidades como o Rio de Janeiro, Salvador, Curitiba, Recife e a cidade amazônica de Manaus.

“Quase todo mundo que conheço irá”, disse Frederico Svoboda, 18, um estudante de história da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

“Acredito que, se não houver pressão internacional para forçar o governo a lidar com os incêndios e garantir a proteção da biodiversidade e dos povos indígenas, pode haver desastres climáticos no Brasil e talvez na América do Sul”.

As pessoas em todo o mundo deveriam “pressionar o governo brasileiro a agir”, acrescentou Svoboda.

Anna Mello, uma bióloga de 24 anos, disse que marchará na cidade de Recife, no nordeste do país.

“Para mim isso é surreal, não posso acreditar que está acontecendo. É um absurdo que… as pessoas possam apoiar isso como se fosse totalmente normal e não um crime e algo que possa afetar toda a humanidade ”.

Escrevendo no jornal O Globo, o colunista Bernando Mello Franco disse que, graças a Bolsonaro, “o Brasil está no caminho de voltar a ser visto como um pária ambiental”.

One Reply to “Manifestantes cercam embaixadas brasileiras em todo o mundo por incêndios na Amazônia

  1. Concordo que tem-se que tomar medidas para conter esses incêndios mas a rápida repercursão mundial me cheira a planejamento esquerdista para desestabilizar o governo brasileiro e justificar uma invasão e divisão da Amazônia brasileira pelos grandes países.A Amazônia vem queimando desde os governos anteriores,Lula,Dilma,Temer,porque só agora falam mal de Bolsonaro?Tem política suja por debaixo dos panos aí.
    “Príncipes me perseguem sem causa,porém o que o meu coração teme é a tua palavra”(Sl 119.161).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *