Breaking News

IDF CONFIRMA: ABU AL-ATA, LÍDER DA JIHAD ISLÂMICA, ALVEJADO EM GAZA

Um palestino e uma mulher foram mortos e outra pessoa ficou ferida após uma explosão ter sido relatada na casa do líder palestino da Jihad Islâmica Bahaa Abu Al-Ata, na cidade de Gaza.

POR TZVI JOFFRE / JERUSALEM POST
FONTE:
https://www.jpost.com/Breaking-News/Explosions-at-house-of-Islamic-Jihads-Abu-al-Ata-Palestinian-report-607579

Uma bola de fogo é vista durante um ataque aéreo israelense na cidade de Gaza 4 de maio de 2019

Uma bola de fogo é vista durante um ataque aéreo israelense na cidade de Gaza em 4 de maio de 2019 .. (crédito da foto: SUHAIB SALEM / REUTERS)

AIDF confirmou que foi realizado um ataque a um prédio onde o líder da Jihad Islâmica Palestina Bahaa Abu Al-Ata estava localizado na manhã desta terça-feira. Segundo a agência de notícias Quds da Palestina, um dos dois palestinos mortos no ataque de Israel foi Al-Ata.

Um homem e uma mulher palestinos foram mortos e outra pessoa ficou ferida após uma explosão ter sido relatada na casa do líder palestino da Jihad Islâmica Bahaa Abu Al-Ata na cidade de Gaza, segundo Quds.

Viu-se fumaça subindo da cena e ambulâncias rapidamente se dirigiram para a cena.

Abrigos em Ashkelon foram abertos e a escola foi cancelada porque um “grave evento de segurança” foi relatado pelas notícias da Mako.

O chefe das Brigadas Al-Quds da Jihad Islâmica Palestina (PIJ) em Gaza, Baha Abu al-Ata é considerado um dos principais terroristas do enclave costeiro bloqueado. Enquanto o Hamas é o partido no poder na Faixa de Gaza, o grupo tem perdido nos últimos anos o controle sobre as ruas. E o vácuo está sendo preenchido por Ata, principal homem de Teerã em Gaza.

Ata esteve envolvida no planejamento de ataques contra Israel, na fabricação de armas e no aprimoramento das capacidades de lançamento de foguetes de longo alcance. O segundo maior grupo na Faixa de Gaza após o Hamas, o PIJ, foi avaliado pela inteligência militar como um fator que aumenta o risco de uma escalada no enclave costeiro bloqueado, já que não está sob o controle direto do Hamas, mas age de forma independente para seus próprios interesses. .

O IDF não confirmou o relatório. Esta é uma história em desenvolvimento. Anna Ahronheim contribuiu para este relatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *