Rússia

Rússia irritada expõe detalhes operacionais de ataques israelenses na Síria

Moscou diz que jatos da IAF usaram o espaço aéreo da Jordânia para ataques a alvos dentro e ao redor de Damasco, acusam Israel de causar ‘tensões aumentadas e o potencial de conflito em torno da Síria’, além de ‘contrariar nossos esforços para controlar a situação’.

Não contente em condenar seus ataques na Síria como desestabilizadores, o Ministério das Relações Exteriores da Rússia decidiu esta semana embaraçar Israel, revelando informações sobre quatro supostos ataques das IDF nos últimos 10 dias – mesmo dizendo que usou o espaço aéreo da Jordânia para realizar um deles.

IAF atinge alvos nos subúrbios de Damasco, novembro de 2019

IAF atinge alvos nos subúrbios de Damasco, novembro de 2019 ( Foto: Captura de tela )

O primeiro ataque aéreo mencionado pelos russos foi realizado em 12 de novembro na casa do vice-líder da Jihad Islâmica Akram al-Ajouri no bairro de Mezzeh, em Damasco. O próprio Al-Ajouri ficou ileso enquanto seu filho e outra pessoa foram mortos e outras 10 pessoas ficaram feridas.

De acordo com a agência de notícias síria no dia do ataque: “Às 04h14, os caças israelenses chegaram sobre a Galiléia e dispararam três mísseis em Damasco. O sistema de defesa aérea abateu seus alvos e conseguiu destruir os mísseis antes que eles atingissem. seu objetivo. Dois outros mísseis atingiram a casa de al-Ajouri.

“Os russos disseram que o ataque “matou e feriu civis sírios e causou danos significativos a propriedades e edifícios”.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia também informou sobre alvos que Israel atacou na região de Al-Bukamal, perto da fronteira entre Síria e Iraque, em 18 de novembro. Segundo o ministério, “caças (israelenses) supostamente atravessaram o espaço aéreo iraquiano e jordaniano”.

No dia seguinte, de acordo com a Rússia, mísseis israelenses atingiram alvos 18 km ao sul da capital síria e explosões foram ouvidas na área do aeroporto de Damasco. Os russos alegaram que este ataque foi realizado devido a um incêndio sírio nas colinas de Golã, mas essas informações estão aparentemente incorretas.

Sede do Irã na Síria

Segundo a Rússia, em 20 de novembro, a Força Aérea de Israel disparou cerca de 40 mísseis de cruzeiro contra alvos nos subúrbios de Damasco. Israel disse que essa ação foi tomada em resposta aos quatro foguetes lançados nas Colinas de Golã, que foram interceptados por seu sistema de defesa antimísseis Iron Dome.

Entre outros alvos, a Força Aérea de Israel atacou posições da Força al-Quds de elite do Irã, bem como baterias antiaéreas sírias que lançaram mísseis terra-ar na tentativa de derrubar os jatos da IAF.

“Pelo menos 10 soldados e civis sírios foram mortos ou feridos”, disse a Rússia, acrescentando que “esses eventos causaram grande preocupação e indignação em Moscou.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, em Jerusalém

“Acreditamos que é imperativo respeitar a soberania e a integridade territorial da Síria e de outros países da região”, afirmou a Rússia.

“Até agora, as ações de Israel aumentaram as tensões e o potencial de conflito em torno da Síria e estão contrariando nossos esforços para controlar a situação e trazer estabilidade e resolução política na Síria”.

One Reply to “Rússia irritada expõe detalhes operacionais de ataques israelenses na Síria

  1. Rússia faz política e todo político costuma ser bem hipócrita.
    Quando o Hamas repentinamente lança dezenas e dezenas de mísseis contra os civis israelenses,a Rússia se silencia.
    Quando o Hesbollah ataca Israel construindo túneis de ataques sob a fronteira,Rússia se silencia.
    Quando os iranianos lançam repentinamente foguetes contra as cidades no norte de Israel,a Rússia nada fala.
    Aí,Israel reage,conseguindo destruir ou abater a maior parte da força atacante.
    Então a Rússia ‘berra’ na ONU condenando fortemente a Israel.Que hipocrisia!
    Atacar repentina e traiçoeiramente a Israel não é errado para a Rússia mas Israel se defender atacando os atacantes,é errado para os russos.
    “Ai dos que ao mal chamam bem,e ao bem,mal;que fazem da escuridão luz,e da luz escuridade;põem o amargo por doce,e o doce por amargo”(Is 5.20).Dá o pago aos russos ,ó Deus Altíssimo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *