Economia

20% dos novos desempregados não terão emprego após crise

O diretor da unidade de pesquisa do Serviço Nacional de Emprego de Israel, Dr. Gal Zohar, mostra um quadro sombrio da situação profissional após o término da crise.

O Serviço Nacional de Emprego de Israel (INES) anunciou que 764.165 novos candidatos a emprego se inscreveram desde o início de março, perfazendo um total de 922.016 desempregados e uma taxa de desemprego de 22,15%. 90% dos que se registraram em março estavam em licença não remunerada.

32.577 pessoas se registraram como candidatos a emprego desde sexta-feira de manhã.

O diretor da unidade de pesquisa do INES, Dr. Gal Zohar, estima que 20% dos que estão de licença não remunerada não terão um emprego para voltar após o término da crise e outros milhares serão oferecidos apenas a tempo parcial.