Saúde Turismo

O Ministério da Saúde declarou a Rússia, a Argentina e as Seychelles como zonas de risco; proibições de viagens para esses países podem ser impostas

O Ministério da Saúde de Israel declarou a Rússia, a Argentina e as Seychelles como áreas de maior risco de infecção pelo coronavírus.

Se a situação com a incidência de doenças nesses países não melhorar, eles podem ser declarados áreas de risco máximo e o Ministério da Saúde pode proibir os israelenses de visitá-los.

Atualmente, os cidadãos israelenses estão proibidos de visitar sete estados: Ucrânia, Etiópia, Brasil, África do Sul, Índia, México e Turquia. Para as pessoas que retornam desses países, é necessário um regime de auto-isolamento – inclusive para aqueles que estiveram doentes e vacinados.

A proibição não se aplica a passageiros que façam um traslado nesses países, se o traslado não exigir uma permanência no aeroporto por mais de 12 horas.