Notícias Locais Saúde

Israel: quase todas as restrições COVID levantadas; máscaras, os limites de entrada na fronteira permanecem

Restaurantes, cinemas e locais de culto abertos sem restrições

Na terça-feira, Israel está suspendendo quase todas as restrições ligadas à pandemia COVID-19, declarou o Ministério da Saúde, voltando à normalidade após 15 meses. 

Os limites para reuniões externas e internas foram eliminados, removendo as restrições a negócios, restaurantes, locais culturais, hotéis e locais de culto. Na quinta-feira da semana passada, os cinemas reabriram pela primeira vez desde o surto do vírus. 

O esquema do “Passaporte Verde”, que identificava indivíduos vacinados ou em recuperação do vírus corona desde março, também está sendo encerrado. 

O uso de máscaras em ambientes fechados e no transporte público continuará, mas provavelmente será descartado em um futuro próximo.

Devido ao risco de novas variantes do vírus , as quarentenas de pessoas não vacinadas que entram em Israel vindos do exterior serão mantidas. As viagens para turistas continuam restritas, apenas aqueles em passeios organizados ou com um parente de primeiro grau residente em Israel podem entrar. 

Parece que Israel alcançou com sucesso a imunidade coletiva, e mais rapidamente do que o previsto – muitos menores de 16 anos não receberam a vacina – disse ao The Times of Israel o professor Dror Mevorach, chefe de medicina interna do Hadassah Medical Center de Jerusalém . Isso é graças ao lançamento da vacina, disse ele, observando que alguns efeitos colaterais ligados a uma doença cardíaca estão sendo investigados.